Premiados no Primeiro Festival de Audiovisual de Belém

O cinema e o audiovisual paraense estavam sem um festival com a descontinuidade de vários projetos como o Amazônia DOC, Festival de Belém do Cinema Brasileiro, Curta Pará Cine Brasil, restando apenas o OSGA da UNAMA que tem nível local e direcionado para a segmento universitário. Os cineclubes e as mostras estavam cumprindo a missão, com muita eficiência e participação social, de difusão de filmes e debates sobre o setor. Com a idealização e realização do FAB, contemplado já na primeira edição pelo edital do Banco da Amazônia o que é bem inusitado mostrando força de projeto, equipe e planejamento, a equipe dá um passo firme para a continuidade, pelo caráter nacional do festival, contribuindo com o intercâmbio de realizadores e o fomento da produção. Um ponto positivo foi o festival optar por muitas categorias e incluir a crítica cinematográfica, algo inédito e fundamental para a discussão do cinema. A crítica de cinema talvez tenha sido a grande proposta do festival que trouxe o crítico Sérgio Rizzo para uma pequena conferência durante o evento, grande iniciativa. Que venham outros FAB, e que vá além. [Ramiro Quaresma]

 

1176140_369109676555197_1102902132_nA primeira edição do Festival de Audiovisual de Belém – FAB chegou ao fim e já deixou saudades e a expectativa de um festival melhor ainda em 2014.

Contemplado no Edital de Patrocínio do Banco da Amazônia 2013, o FAB levou um público de mais de 600 pessoas em quatro dias de programação noCinema Olympia. Nos dias de Mostras Competitivas, mais de 150 pessoas estiveram presentes em cada sessão. O FAB ainda contou com um grande público no Seminário de Audiovisual de Belém, para discutir e aprender um pouco mais sobre as diversas interfaces da produção audiovisual, indo além do cinema.

Os principais vencedores foram o curta paraense Espátula e Bisturi e o videoclipe de Campinas O que você quer escutar?, de Gu Siqueira e Offbeat, eleitos pelo júri técnico do Festival. Os vencedores do júri popular foram o curtaLinear, de São Paulo, e o videoclipe Verão na VR, do grupo Sistema Negro, também de Campinas.

Confira a lista completa dos premiados e homenageados nas diversas categorias do evento:
∎ MENÇÕES HONROSAS
* Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’ – Menção honrosa pela Edição
* Gigantes da alegria – Documentário, Rio de Janeiro, 12’02’’ – Menção Honrosa pelo Valor Social
* Curtinha dos Pés, Pará, 1′ – Menção honrosa pela Videoarte
* Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’ – Menção honrosa pelo Valor Histórico e Pesquisa
* Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’ – Menção honrosa pelo Valor Técnico e Menção Honrosa pelo Roteiro
*Estação Bahia – Documentário/Experimental, Brasil/Cuba, 14’ – Menção honrosa pela Produção
* Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’ – Menção Honrosa pela Fotografia

VIDEOCLIPES

– Melhor Videoclipe – Júri Técnico
*Vencedor: O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Finalistas:
Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat,Campinas, São Paulo, 3’40’’
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

– Melhor Videoclipe – Júri Popular
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

– Melhor Direção
* Vencedor: Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
Finalistas:
Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

– Melhor Edição
* Vencedor: O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Finalistas:
Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

– Melhor Produção
* Vencedor: O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Finalistas:
Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Time is Money – D’NAIPES, São Paulo, 4’33’’

– Melhor Roteiro
* Vencedor: Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’
Finalistas:
Forasteira – Robson Farah, Rio de Janeiro, 4’55’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

– Melhor Fotografia
* Vencedor: Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Finalistas:
Abra os olhos – Kararoots, Sergipe, 4’26’’
Obrigado Tempestade – Hateen, São Paulo, 5’36’’
O que você quer escutar? – Gu Siqueira e Offbeat, Campinas, São Paulo, 3’40’’
Verão na VR – Sistema Negro, Campinas, São Paulo, 6’26’’

∎ CURTAS METRAGENS

espatula e bisturi– Melhor Curta Metragem – Júri Técnico
* Vencedor: Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’ 
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

– Melhor Curta metragem – Júri Popular
* Vencedor: Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’

– Melhor Direção
* Vencedor: Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

– Melhor Edição
* Vencedor: Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

– Melhor Produção
* Vencedor: Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Finalistas:
A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Estação Bahia – Documentário/Experimental, Brasil/Cuba, 14’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’

– Melhor Fotografia
* Vencedor: Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18′
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Espelho e Silêncio – Experimental, Pará, 9’37’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

– Melhor Roteiro
* Vencedor: Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

– Melhor Atriz
* Vencedora: Nora Seiwerth (Non Plus – Ficção, Brasil/ França, 7’)
Finalistas:
Ester Auricchio (Reencontro – Ficção, São Paulo, 18’06)
Laís Ribeiro (Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’)
Lorena da Silva (Quebra de contrato – Ficção, Rio de Janeiro, 20’)
Nora Seiwerth (Non Plus – Ficção, Brasil/ França, 7’)
Sandra Corveloni (A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’)

– Melhor Ator
* Vencedor: Abrahão Farc (A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’)
Finalistas:
Abrahão Farc (A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’)
Gésio Amadeu (O anônimo – Ficção, São Paulo, 6’45’’)
Epitáfio – Khlaed Chedid (Epitáfio – Ficção, Pará, 8’28’’)
André Filho (Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’)

– Melhor Direção de Arte
* Vencedor: A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’
Finalistas:
A Grande Viagem – Ficção, São Paulo, 15’
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’

– Melhor Trilha Sonora
*Vencedor: Estação Bahia – Documentário/Experimental, Brasil/Cuba, 14’
Finalistas:
Cancha – Antigamente era mais moderno – Documentário, Paraíba, 18’
Espátula e Bisturi – Ficção, Pará, 7’30’’
Estação Bahia – Documentário/Experimental, Brasil/Cuba, 14’
Linear – Animação, São Paulo, 2012, 6’
Tecnicolor – Pará, Ficção, 5’14’’

∎ MELHOR CRÍTICA DE CINEMA PARAENSE:

* Vencedora: “De boas intenções…” (sobre o filme “Belém aos 80”, 2007). Autor: Dário Façanha Neto;
Finalistas:
“De boas intenções…” (sobre o filme “Belém aos 80”, 2007). Autor: Dário Façanha Neto;
– “O verde do jambeiro” (sobre o filme Juliana contra o Jambeiro do Diabo pelo Coração de João Batista, 2012). Autora: Aline Figueiredo de Albuquerque.

∎ MELHOR CAMPANHA PUBLICITÁRIA – JÚRI TÉCNICO E JÚRI POPULAR

*Vencedora: Dia dos Namorados Richards, 2013, Rio de Janeiro, 1’15”
Finalistas:
Dia dos Namorados Richards, 2013, Rio de Janeiro, 1’15”
Livro Interativo sobre Integração Lavoura-Pecuária-Floresta – ILFP, 2012, Pará, 0’35”

Por Enderson Oliveira

Fotos de Everton Pereira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s